Saiba os 6 principais erros de impressão para você evitar

O cuidado com o processo de impressão de qualquer trabalho é essencial para o resultado satisfatório, e o menor descuido pode ocasionar falhas e uma diminuição da qualidade do material, causando frustração tanto para o cliente quanto o profissional. Para te ajudar a evitar esse tipo de situação, elencamos quais os erros mais comuns de impressão.

  1. Imagens no modo de cor RGB

As gráficas utilizam a impressão em CMYK (Cyan, Magenta, Yellow, Black) que emprega as cores Ciano, Magenta, Amarelo e Preto, para a produção de seus materiais. Para garantir que as imagens usadas nos seus arquivos sejam impressas corretamente, todas elas devem ser convertidas para este modo de cores antes do fechamento para impressão.

Isso porque, a proposta principal do modo RGB (Red, Green, Blue) é reproduzir cores em computadores e monitores de TV de modo fiel, enquanto a proposta do CMYK é reproduzir da maneira mais fiel possível a maioria das cores do espectro visível. Por isso o CMYK é o esquema mais utilizado pela indústria gráfica.

  1. Sobrecarga do papel e Manchas pretas

A cor preta é um assunto que deve ser tratado em especial quando se fala em erros de impressão. Se usado de forma errada, o resultado é excesso de tinta no papel e textos estourados.

Para materiais de pequena dimensão e textos, ajuste a composição do preto para K 100%. Para grandes áreas como fundos do impresso, por exemplo, utilize o preto calçado, cujas configurações se modificam para cada gráfica, mas é sempre por volta de 100% de preto e 30% de ciano.

  1. Marcas para o corte

No processo de fechamento do arquivo, há a possibilidade de incluir informações, tais como: marcas de registro, escala de cores usada e marcas de corte. Porém, ao encaminhar um arquivo para impressão, a informação que a gráfica irá aproveitar será apenas as marcas de corte. Estas marcas indicam onde o impresso deverá ser refilado. Para impedir qualquer tipo de manipulação em seu arquivo, pondere colocar apenas as marcas de corte do seu material.

  1. Contornos e linhas muito finas

Se o seu material tem linhas contornos, é indispensável que você seja cuidadoso quanto à espessura delas. Contornos ou linhas muito finas oferece um grande risco de exibirem falhas na impressão. Com o intuito de fugir desse tipo de problema, assegura-se de fazer com que elas tenham pelo menos 0,25mm de espessura.

Neste post, vimos seis dos principais erros de impressão que podem ocorrer, assim como maneiras simples de evitá-los. Com estas dicas, seus trabalhos ficarão ainda melhores, com clientes totalmente satisfeitos!

  1. Deixar de converter em curvas

Há inúmeras opções de fontes para utilizar nos projetos, e muitas vezes os computadores da gráfica podem não ter aquela mesma fonte instalada, o que faz com que o conteúdo de texto seja transformado para uma fonte padrão, arruinando a unidade estética.

Eliminar esse problema é simples. É só converter os textos para curvas antes de encaminhar o arquivo para a gráfica. Isso irá impedir que os textos sejam editados e assegura que todas as características originais da tipografia sejam mantidas.

  1. Falhas nos textos vazados

Nos textos vazados, onde a cor clara fica sobre um fundo escuro, é recomendado que o tamanho da fonte seja maior que 7 pontos. Fontes light, linhas muito finas ou tamanhos inferiores a 7 ocasionam perda de definição e “borrados” escuros sobre o texto, o que dificulta o entendimento e a leitura.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *