10 maneiras simples de proteger seu computador

Diariamente somos bombardeados por notícias e boatos de pragas da internet. Assim, o medo de ser infectado e prejudicado é cada vez mais comum. Todos nós adoramos usar o computador e passar horas navegando na internet, seja para informação, trabalho ou entretenimento. Por isso, quanto mais a tecnologia evolui, mais coisas são feitas pelos computadores pessoais, desde uma simples mensagem até uma complexa transação bancária. Dessa forma, também aumenta o interesse dos hackers em invadir seu computador.

A Executiva separou 10 dicas práticas para aumentar sua segurança, confira:

1) Antivírus

O bom software de antivírus! Ele pode não ser o único responsável por toda a segurança do computador, mas com certeza, é um dos principais. E sem dúvida é o primeiro passo para uma máquina mais segura. Não é difícil encontrar sistemas bons e confiáveis, para esse caso recomendamos os pagos. Pois os pagos que existem no mercado são superiores aos gratuitos, já que oferecem amplo suporte.

2) Firewall

O firewall atua, de certa forma, em conjunto com o antivírus. Ele é uma “barreira de fogo” de proteção que auxilia a bloquear o acesso de conteúdo malicioso, mas sem impedir que os dados normais transitem.

3) Antispyware

Os antispywares são responsáveis em executar varreduras no computador com o objetivo de tentar eliminar do sistema spywares, adwares, keyloggers, trojans e outros malwares.

4) Sistema operacional atualizado

A atualização do sistema operacional faz com que o computador sempre tenha pacotes e informações atualizadas do fornecedor. Assim, muitos erros são corrigidos e falhas consertadas com as atualizações. O que muitas vezes pode impedir a infiltração dos hacker no PC.

5) Não acesse links desconhecidos

Antes de clicar em algum link desconhecido, sempre investigue a origem do link. Analise se realmente o link é de um lugar seguro e confiável. Muitas vezes através dos e-mails, sites, programas de conversa, ou praticamente tudo o que se tem acesso na internet pode, vez ou outra, estar com algum link de caráter malicioso.

6) Não enviar dados pessoais por e-mail

Evite enviar informações sigilosas por e-mail. Pois, se o hacker conseguir sua senha de e-mail, o hacker tem, acesso a todos os e-mails que já foram enviados ou recebidos. Por isso, evite ao máximo possível, não enviar suas informações pessoais, nem relacionada a bancos.

7) Senhas improváveis e diferentes em cada site

A aquisição de diferentes senhas em diversas plataformas de acesso é um passo importantíssimo para proteger suas contas. Pois, se alguém descobrir sua senha e login de um determinado site, não será possível acessar outros com os mesmos dígitos.

8) Cuidado em downloads

Um dos principais motivos de pragas nos computadores são os Downloads. Pois, quando se procura um programa específico, pode-se cair em um site em que será feito por um link com vírus. Por isso, sempre faça o download de arquivos e programas em sites confiáveis e seguros.

Observação: Mesmo sem sites confiáveis, preste atenção a todos os softwares adicionais que o programa indica durante a instalação. Evite aceitar tudo durante o processo. Mesmo que não tenha malwares, ainda assim os adicionais podem diminuir a eficácia da sua máquina e deixá-la mais vulnerável.

9) Arquivos “.exe” e “.scr”

Aprenda Um truque simples, mas que as vezes pode não funcionar, para verificar se o link contém vírus é passar o mouse sobre ele (NÃO CLICANDO) e verificar – no canto inferior esquerdo a barra de status do navegador – qual o local que você será encaminhado se clicar nele.

Caso se trate de um “.exe” quer dizer que é um executável, ou seja, um programa, provavelmente. Então, a possibilidade de ser um malware é muito grande. Caso você não tenha pedido para baixar um programa.

O “.scr” geralmente se refere a protetores de tela, o que costuma confundir o usuário. Evite, sempre que possível clicar nos links que aparecem com tais extensões.

10) Sites de confiança

Caso não tenha experiência na internet, não fique navegando em sites que não são conhecidos e possuem credibilidade. Mas fique atento, pois é comum, principalmente quando se recorre a buscadores, ser encaminhado para sites desconhecidos de compras, para assistir a vídeos, ou outras ações. Alguns usuários possuem malícia o suficiente para conseguir operar em tais sites sem adquirir vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *